quarta-feira, 11 de maio de 2016

LONGAS HORAS DE VERGONHA. Por Fernando Brito

Vou escrever pouco, porque não é hora de adivinhações, além da óbvia de que o que se passa hoje já está definido.

Nem, tampouco, de avaliações ou recriminações.

Independente de seus erros, há uma mulher,de extrema honradez e seriedade, à beira do cadafalso como se uma criminosa fosse.

É a forca a que, afinal, a levam seus linchadores: os derrotados da eleição, a mídia, a elite empresarial e a extrema-direita que, afinal, passou a ter cara própria no Brasil, o que não tinha desde os tempos do regime militar.

Também é constrangedor ver as instituições brasileiras, mesmo sem ter nenhuma ilusão quanto à sua natureza de classe, rebaixarem a antros de dissimulados, desclassificados, irresponsáveis e desprovidos de qualquer traço de dignidade pessoal.

Mas não é só piedade e constrangimento.

Talvez a tristeza vá além disso, porque é inevitável que da usurpação se passem a outros crimes, porque quem ascende ao Governo pela perfídia , na perfídia terá seu método de governar.

“O  que ascende ao principado com o auxílio dos grandes mantém-se com dificuldade maior do que o que o faz com auxílio do povo” escreveu Maquiavel, “pois se vê rodeado de muitos que lhe parecem ser seus iguais, e por isso não pode nem comandá-los nem manobra-los à sua vontade”.

Vamos entrar num período extremamente crítico na vida brasileira.

O autoritarismo -judicial, policial e governamental – já força as portas das liberdades democráticas.

Ele será a forma de reagir à insatisfação popular com o que virá, que é muito pior do que o que aqui está.

Estamos apenas começando um estranho “quanto tempo dura” de um governo ilegítimo, usurpador e, além disso, urdido para fazer retroceder o Brasil a uma situação colonial que já não é compatível com o nosso presente, como nunca foi com o nosso futuro.

http://www.tijolaco.com.br/blog/longas-horas-de-vergonha/

Um comentário:

O Velhinho in: Oliveira disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
SABE PQ NÃO TEM COMENTÁRIO ALÉM DESTE!?
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK